86º EDIÇÃO DO ACADEMY AWARDS MARCA NOVA ERA DA MAIS IMPORTANTE ACADEMIA CINEMATOGRÁFICA

05 março 2014

Foto: Catraca Livre
A 86º edição do Academy Awards premiou neste domingo (2), as melhores produções cinematográficas de 2013 em Los Angeles, EUA. A comediante Ellen DeGeneres foi anfitriã da cerimônia mais respeitável do cinema mundial.

O primeiro vencedor da noite foi Jared Leto como melhor ator coadjuvante, que interpretou o travesti Rayon em Clube de Compras Dallas. Em seu discurso, Jared homenageou a mãe e dedicou a estatueta para as 36 milhões de pessoas que perderam a batalha para a AIDS. O filme também levou Oscar por Cabelo e Maquiagem e o bem merecido melhor ator por Matthew McConaughey no papel do cowboy Ron Woodroof.

Como melhor atriz, mesmo Meryl Streep merecendo muito com sua brilhante atuação em Álbum de Família, o Oscar concebido à Cate Blanchett foi justo por seu excelente trabalho em Blue Jasmine de Woody Allen. Já Melhor Atriz Coadjuvante foi para Lupita Nyong’o por 12 anos de escravidão, com um emocionante discurso que foi aplaudido de pé pelos convidados e quase chorou: “Obrigada, Steve McQueen, por botar seu espírito em tudo que faz. Quero agradecer à minha família pela oportunidade de que eles me deram. Olho para esta estátua e me lembro de tantas crianças... Não importa onde você esteja, seu sonho é válido.”.  

Foto: Band
O longa da Disney, Frozen: Uma Aventura Congelante levou os prêmios de melhor animação e melhor canção por “Let It Go”, que teve um performance pela cantora original do sucesso, Idina Menzel. Ainda na categoria de animação, Mr. Hublot venceu por curta-metragem. 

A Itália, após quinze anos sem vitórias, ganhou como melhor filme estrangeiro por “A Grande Beleza” de Paolo Sorrentino que agradeceu às suas inspirações: Fellini, Scorsese e Maradona e garantiu a 11º estatueta que mantém o país como líder na categoria para estrangeiros.

Os grandes filmes da noite foram
Gravidade, que levou sete estatuetas, incluindo Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Fotografia, Edição e Mixagem de Som, Efeitos Visuais e o merecido Melhor Direção de Alfonso Cuarón. E o incrível 12 anos de escravidão levou Oscar de Melhor Filme, fazendo do britânico Steve McQueen o primeiro cineasta negro a dirigir uma produção que venceu o prêmio principal de Hollywood: “Agradeço a todos que merecem não só sobreviver, mas viver. Dedico a todos que sofreram com a escravidão e ainda sofrem até hoje”, disse o diretor. Além do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, o filme também ganhou como melhor roteiro adaptado, sendo que melhor roteiro original foi para o único e digno, Ela de Spike Jonze.

Foto: Polaroides Críticas
O restante dos prêmios foram para Helium por Melhor Curta-Metragem, A um Passo do Estrelato por Documentário de Longa-Metragem, The Lady in Number 6: Music Saved My Life por Documentário de Curta-Metragem e O Grande Gatsby levou duas estatuetas, por Figurino e Design de Produção, no qual o filme se resume majestosamente em sua direção de arte.

A premiação foi marcada por sua informalidade, pizza party e o Academy Awards de maior audiência dos Estados Unidos nos últimos dez anos, também entrou para o histórico do Twitter após a foto “selfie” que Ellen organizou, reunindo artistas como Meryl Streep, Jennifer Lawrence, Brad Pitt, Angelina Jolie, Julia Roberts, Lupita Nyong’o, Bradley Cooper e outros, sendo o post mais compartilhado superando a marca de três milhões de retweets.

Foto: Bradley Cooper rsrs


Nenhum comentário:

Postar um comentário