ENTREVISTA: KAOANE LOCH

02 maio 2014

Foto: arquivo pessoal/Kaoane Loch
No começo da semana, conseguimos conversar um pouquinho com a jogadora de vôlei Kaoane Loch, 16, ela contou como foi a 3ª convocação para a Seleção Brasileira e também sobre a relação beleza x treinos. A garota de Pomerode, SC, tem 1,93m e joga nas posições Meia e Oposta, olha só: 

Então, Kaoane, desde quando e por que você quis se dedicar ao vôlei?
Desde pequena já tinha uma afeição pelo vôlei, minha mãe era jogadora e eu sempre tive essa influência. Comecei a treinar com 12 anos e nunca mais parei.

Os treinos são muito puxados? Você já deixou de fazer alguma coisa para passar tempo jogando?
São puxados, mas a gente tenta sempre chegar a perfeição. Já perdi muitas coisas, festas, aniversários, casamentos, tudo o que se pode imaginar!

Foto: arquivo pessoal/Kaoane Loch
Muitas meninas criticam o fato de serem altas, principalmente, quando mais novas. Você passou por algo assim na infância?
Já, tinha vezes que voltava da escola chorando, tinha vários apelidos desagradáveis, que hoje pra mim apenas me motivam a mostrar que sou forte o suficiente para aceitar esses julgamentos.

Continuando a falar sobre vaidade. Como jogadora, os critérios para manter a saúde e a beleza mudam?
Saúde muda muito, porque devemos sempre manter um peso ideal, fazer dietas, coisas que todos atletas fazem, mas claro que na idade que tenho uma besteira de vez em quando não é pecado. Beleza acho que não muda muito, sou vaidosa de mais, não fico sem maquiagem, mas tenho que escolher a hora certa pra usar, por mais básico que seja.

Na posição Meia e Oposta, Kaoane joga com a camisa 14.
Foto: Ana Paula Safanelli
Você foi convocada para jogar na Seleção Sub 17 Feminina de Vôlei, certo? Qual foi a sensação de ver seu nome na lista?
É minha terceira convocação e a cada uma é uma emoção diferente, inexplicável, é a realização de um sonho que pensei que só poderia realizar depois de adulta.

A disputa será pelo Brasil no Campeonato Sul-Americano, que acontece esse ano entre os dias 15 e 25 de setembro no Peru. Qual é a sua expectativa?
Estou muito otimista, o time está ótimo e somos muito unidas, buscando o mesmo objetivo que é o lugar mais alto do pódio e espero que consigamos realizar nossa meta.

Foto: arquivo pessoal/Kaoane Loch
Agora, com essa oportunidade de jogar pelo país, como você concilia os estudos com o esporte?
É tarefa difícil e dou mal na escola por ficar muito tempo fora, mas não é desculpa para deixar de estudar, a cada dez dias passo três em casa, então, nesses três dias aproveito para pegar as matérias que perdi.

E a família, apoia?
Super apoia, eles são as pessoas que sempre estão do meu lado e sinto que têm um orgulho enorme de mim.

Após o campeonato, quais serão seus planos? Vai continuar jogando ou dará mais atenção aos estudos?
Darei atenção aos dois, mas acho que a prioridade será maior para o estudo, quero me dedicar ao máximo pra conseguir ótimas notas pelo menos para passar direto haha.


Para acompanhar o dia a dia da Kaoane é só seguir a jogadora no Instagram e no Twitter.
Nós do VP42 torcemos muito para ela. Sucesso, Kaoane! =]

Nenhum comentário:

Postar um comentário