60': cabelos e óculos

14 outubro 2014

Foto: Gizele Oliveira
Além dos anos 90, a década de 60 também deve ser lembrada na próxima temporada; e, principalmente, no verão brasileiro. Os óculos cat eye e o penteado beehive apareceram pouco nas semanas de moda internacionais, porém o street style soube adaptar corretamente os tais icônicos detalhes e, o mais curioso, deu uma forma contemporânea para eles. 

Quando Barry Humphries apareceu como Dame Edna, seu alter-ego no humor, um dos modelos de óculos mais conhecidos ganhava espaço não só na televisão, mas nos looks de cada mulher. A partir do final da década de 50, a personagem do humorista ficou eternizada e virou inspiração, principalmente, para secretárias e bibliotecárias, as primeiras a usarem o acessório.

O humorista australiano Barry Humphries representou Dame Edna por mais de dez anos.
Foto: Divulgação
É importante lembrar que o acessório existia há muito tempo, tanto que até Marilyn Monroe usou, entretanto, na época, ela não era tão querida pelo público feminino, poucas "copiavam" o que ela fazia. Algo semelhante ocorreu com Dame Edna, que talvez pela excentricidade e até por ser um homem vestido de mulher, foi motivo de receio para as mulheres. 

O "Manhattan", criado pelo médico e escritor Oliver Goldsmith, só virou "tradição" quando Audrey Hepburn apareceu com os óculos no filme "Bonequinha de Luxo". Hoje, o acessório foi renomeado para "Cat eye", manteve o formato original e, nessa "atualização", recebeu lentes espelhadas e coloridas, as armações, além das pretas e em cores pastéis, ganharam opções até "vazias", sendo compostas apenas pela estrutura metalizada, como se fosse um contorno. 

Foto: Divulgação/Moschino
Beehive, Bouffant e Pageboy são alguns dos penteados da década de 60 que podem invadir as ruas do mundo. Os três ficaram um bom tempo sendo apenas inspirações para ensaios fotográficos ou filmes de época. A dificuldade de torná-los atual é tão grande que até celebridades não evitam apostar neles. Amy Winehouse e Adele são os maiores exemplos, respectivamente, do Beehive e do Bouffant de hoje. O Pageboy raramente é encontrado, o que se vê, na verdade, são cabelos no estilo Chanel, porém mais curtos e despojados. 

No último desfile da Moschino, em Milão, Jeremy Scott trouxe os anos 60 não só nas roupas, mas nos cabelos das modelos. Os penteados de Brigitte Bardot, Jackie O. e Twiggy, parecem voltar à moda. A incorporação ainda é mínima, Beyoncé e Emma Stone já apareceram com algo semelhante, mas nada como o original. Por causa dos penteados de hoje, que, normalmente, variam do extremamente liso para ondulado e cacheado, a mudança acontecerá aos poucos. 

PS: essa postagem faz parte da coluna Catwalk, publicada semanalmente no jornal-laboratório da Universidade Positivo, o LONA. Toda terça-feira tem um texto novo, clique aqui para ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário