Olé

23 outubro 2014

Foto: Dolce&Gabbana
Flores grandes e vermelhas estampadas em tecido preto podem ser os detalhes das próximas vitrines, o estilo usado nas touradas ou até pelo charro mexicano fará parte de uma "nova colonização espanhola", só que, dessa vez, na moda.

A ideia remete ao desfile de verão 2015 da Dolce&Gabbana, que fez um prêt-à-porter inspirado na Sicília, da Espanha. Sempre nos perguntamos como poderíamos vestir luxuosas peças mostradas nos desfiles. Porém, ao se deparar com a coleção de verão, podemos perceber que as peças podem ser facilmente adaptadas. A coleção trás uma mulher forte, romântica e tradicional.

Foto: Style.com
As cores, que possuem ricos detalhes da cultura, poderão ser incluídas imediatamente no guarda-roupa das brasileiras. A jaqueta bolero, as joias nas camisetas, o smoking e até o vestido de bolinhas, que lembram muito o flamenco, são partes da coleção de Domenico e Stefano que desembarcam no nosso Brasil. 

A coleção trouxe também muitos shorts cheios de bordados, sem esquecer das calças que aparecem bem justas e das joias incrustadas, despertando um estilo de rua.

Foto: Style.com
Possivelmente, a jaqueta bolero poderá vir em couro e com estampas feitas à mão, o que poderá ficar ainda mais bonito ou ser indício de baixíssima qualidade, já que optamos por um couro artificial pouco elaborado. As brasileiras deverão incorporar, principalmente, a combinação cropped ou espartilho com saia lápis ou com o "shorts espanhol" mais a sobreposição de transparência, indicados para o vestuário noturno. 

O cabelo puxado em um coque baixo com presilha foi outro detalhe do desfile, mas provavelmente não será usado no nosso país. Os acessórios são dúvidas para o público, o dourado extravagante, geralmente, é relacionado à elegância e ao luxo e é usado por mulheres mais velhas; talvez, agora seja hora da mudança. A bolsa também é uma incógnita, mas facilmente se encaixaria na moda noturna.


O que mais surpreende na coleção da D&G são os sapatos, que provavelmente não serão reproduzidos no país por causa da quantidade de detalhes propostos. Pelo mesmo motivo da jaqueta bolero, os nossos modelos precisariam de tecidos mais qualificados para sustentar as estampas e bordados. Quem quiser, terá que comprar da Dolce&Gabbana. Clique para ver a coleção completa

Sem dúvida, algumas peças da coleção serão replicadas por outras empresas, até para que as peças sejam mais acessíveis. A coleção é uma forma de fugir do que é comum, mas sem pecar na extravagância. 

PS: esse post foi publicado por nós duas na coluna "Catwalk". Para ler o texto original, clique aqui e confira a página 5 do LONA.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário