PARA OUVIR: Heartstrings

29 outubro 2014

Essa é a capa do "Heartstrings", lançado no dia 27 de outubro.
Foto: Divulgação
Em 2008, no auge de sua fama em Gossip Girl, Leighton Meester assinou contrato com uma grande gravadora, a Universal Republic Records, e começou a trabalhar em faixas pop, colaborando com Lil Wayne, Robin Thicke e Clinton Sparks. "A cada momento eu não estava cem por cento convencida de que eu estava feliz fazendo isso", ela diz agora ao olhar para trás. As sessões em estúdio resultaram em um punhado de singles, nenhum álbum e, eventualmente, em uma separação amigável com sua gravadora.

Após anos de adiamentos e especulações, o "Heartstrings" chegou ao público nesta segunda-feira (27/10). Ao invés do pop, Leighton trabalhou com algo mais intimista, sensível e vulnerável, características que ficam nítidas não só em seus vocais, como também na instrumental. Com nove músicas, o álbum abre com a faixa-título. Com raízes no "folk", o disco de estreia é resultado da parceria dela com o selo Hotly Wanting. "É sensível, é uma espécie de protegido, mas também aberto e vulnerável e triunfante", disse ela descrevendo seu novo som para a revista Elle. Orgulhosa de seu álbum de estreia, a cantora, compositora e atriz, diz que "Heartstrings" se assemelha ao seu trabalho cantando no filme Country Strong, em 2010.

"[Ele é para] Qualquer pessoa que tenha qualquer noção de quem sou do meu nome ou do que eu fiz. Estou muito feliz de poder entregar este disco a todos vocês", afirma. "Mas ele é, também, para as pessoas que não têm ideia de quem eu seja. Isso é ótimo. Bem-vindos!".

Além disso, Leighton Meester está nos cinemas com o filme "O Juiz". Seus outros projetos são os longas "Like Sunday, Like Rain" e "By the Gun" e o telefilme "Any Tom, Dick or Harry".

Ouça o álbum completo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário