Moda masculina: o dungaree

04 dezembro 2014

Foto: Héctor Tre
Mais uma peça vinda do guarda-roupa dos antigos operários, o macacão (overall), que também pode ser jardineira (shortall) é um item com grandes possibilidades de composição e, apesar dos vários tecidos e estampas, na maioria das vezes, é feito de jeans. 

Inicialmente, a peça foi chamada de "dungaree", pois em Dongari Killa, em Mumbai, na Índia, o tecido, não o atual jeans, era muito semelhante às peles das chitas localizadas na região. É bom lembrar que, antes de virar macacão, o tecido foi utilizado pelas classes mais pobres como material para vela de barcos e, então, reutilizado como roupa.

Foto: Brett Charles Seiler
Foto: Aff Zdn
Não há uma data específica para a chegada do dungaree nos outros continentes, mas, segundo a historiadora Diana De Marly, em 1776, o macacão foi utilizado como uniforme militar na Revolução Americana. Apesar disso, a peça começou a ser usada apenas pela classe trabalhadora entre 1890 e 1910. A intenção do overall foi sempre ter uma camiseta por baixo e, nessa época, outro item que se uniu à peça foi o boné de pano (aka flat cap), que pode lembrar os chapéus usados hoje.

Ainda com os operários, em 1916, o macacão virou peça unissex para ser utilizada em fábricas e foi destaque, principalmente, durante a Primeira Guerra Mundial, na Guerra Civil Espanhola (na qual os comunistas soldados usavam o macacão como uniforme) e como vestimenta dos primeiros aeronautas. 

Também marcou a história das roupas infantis e dos atletas, sendo adaptado pelo conforto proporcionado. Mas apenas entre os anos 60 e 70 que a peça foi considerada item da moda. Lembrando que, neste ano, o macacão foi até comentado na Catwalk (clique para ler), na qual escrevemos sobre o retorno do shortall adaptado ao jeans destroyed. 

Foto: Bryant Lee
Foto: Kristienne Amoroso
Para usar

O macacão em si não é o "problema", mas sim o resto do look. Aposte em chapéus grandes e dê preferência aos tons escuros. A blusa, que fica por baixo, depende da sua criatividade, mas, se existir dúvida, fique com a branca ou invista nas listras, ambas se tornam retrô e lembram os anos 90, a época da vez. Se você prefere ser discreto, vá de oxford. Se quer algo novo, use sapatos - aqueles do seu pai mesmo -, o modelo pode ser monk (com fivelas) ou brogue (com furinhos e cadarços), você é quem decide. Eu, particularmente, não gosto de meias aparecendo, mas há uma possibilidade delas serem a peça que voltará com destaque ao look masculino, então, preste atenção nisso. O casaco por cima deve, preferencialmente, ser comprido e também pode ter uma grande variação de cor. Nos acessórios, o relógio e a bolsa transversal podem encaixar facilmente. Now, it's time to try!

Nenhum comentário:

Postar um comentário