MONTEVIDEO: 5 LUGARES PARA COMPRAR

20 janeiro 2015

Foto: Uliane Tatit
Se você me acompanha pelo Instagram, deve saber que nessas férias visitei o Uruguay e a Argentina. Normalmente, eu faria um post sobre turismo, indicando mil e um lugares para quem vai para lá também, mas outra coisa me surpreendeu durante a viagem: as compras. 

Buenos Aires, cidade que eu já tinha visitado, estava um caos - falo de preços, temperaturas e turistas. Foi bom rever pontos turísticos e, claro, adquirir um novo casaco de inverno (se interessa: comprido, cor mostarda, simples, R$245, no começo da Calle Florida). Os acessórios, apesar de caros, estavam bonitos. Ah, uma dica de loja que posso dar é a TodoModa, que tem muitos produtos no "estilo Miley Cyrus", coisas meio psicodélicas (tem caderno, case, nécessaire, bandana, etc). Fora isso, eu recomendaria gastar seu dinheiro com empanadas ou churrascarias, ou ainda: volte no outono-inverno. 

Foto: Uliane Tatit
Ao contrário dos hermanos, Montevideo, no Uruguay, mostrou preços bem melhores. Aliás, uma das coisas que mais chamou minha atenção na cidade é o uso constante das mandals, lá TODAS as mulheres usam, é inacreditável (principalmente o preço: se a gente importar da Austrália custa mais de R$500, no país do Mujica tem a partir de R$50, foi o que eu paguei). E são vários os modelos, cores, materiais e tamanhos (sim, tem umas que parecem plataformas). Definitivamente, é o melhor lugar para usar o calçado sem ter um chato-que-paga-de-super-entendido-na-moda que fique criticando. Enfim, selecionei cinco pontos de compra que recomendo, todos valem uma visita:

Foto: El Pais
Forever 21
A mais clichê de todas, é claro, mas que você precisa passar (as coleções são diferentes, né, galera?!). A única franquia fica no Montevideo Shopping, onde a loja ocupa, praticamente, um andar. Dependendo do dia, você pode enfrentar filas abaixo da escada rolante, que é controlada por um segurança, preste atenção para não perder muito tempo com isso. Comprei várias peças coringas, bem básicas e, principalmente, baratas. O que não consegui entender foram os vestidos, que tinham uma modelagem estranha e, então, acabei não comprando. Lembrete: nessas férias, o nosso Real valia nove vezes o Peso uruguaio. 

Foto: Divulgação
Piece Of Cake 
Se você gosta de popart, look "ultra-moderno" e etc, iria adorar a Piece Of Cake (assim como eu). Além da loja ter cheiro de comida (risos), ela tem uma ideia mais "descolada" e, por isso, acaba sendo um pouco mais cara. Comprei uma saia "azul bis" (socorro, qual o nome da cor?????) com estampa de bocas, que custou R$120. $ó. 

Foto: El Diario
Indian Emporium
Como o próprio nome diz, a loja foge da linha uruguaia. Os biquínis ganham destaque por causa das estampas, mas a qualidade não é das melhores, por isso, não surte muito na hora que enxergá-los de longe. Os preços são bons também, nada tão caro como aqui. Ah, o meu maior arrependimento da viagem foi não ter comprado uma calça da marca. :(

Foto: Divulgação
Parisien
Outra que faz jus ao nome, a Parisien é a mais tranquila e clássica. As blusas de lã eram bonitas e com um bom preço, no inverno deve ser um ótimo lugar para comprar, principalmente, por não ter nada muito chamativo, como estampas que você pode reconhecer na rua. A loja, pelo que entendi, também tem uma seção da Indian Emporium, então, se você não achar na própria loja, pode ter uma alternativa. Comprei uma camisa indiana nessa mesma seção, deveria ter levado a calça também...

Foto: Divulgação
Daniel Cassin
Loja com cara de verão e primavera. Tem bastante cropped, sandálias, shorts e alguns vestidos longos - que, curiosamente, não vi muito por lá. A decoração propõe que a ideia seja indie, mas discordo, apesar do preço e das roupas serem boas. O curioso da Daniel Cassin é a sacola chamativa, quem anda pelos shoppings tem certeza que essa é uma das lojas queridinhas das mulheres, quase todas estão com uma. Por fim, não levei nada. Vai entender. Obs: a Piace Of Cake faz parte da Daniel Cassin.

Foto: Uliane Tatit
Feira de Tristán Narvaja
Aos domingos, a feira, que acontece na rua de nome homônimo, reúne inúmeras coisas (desde carne até cachorros, roupas e sabonete de maconha). Bastante coisa vintage pode ser comprada por lá. Vale uma visita, nem que seja com a carteira vazia. 

Qualquer dúvida é só conversar comigo. ;)

2 comentários:

  1. Adorei seu blog. E esse post, em especial, me ajudou demais. Amo viajar pelo mundo, conheço o Uruguai, alias, conheço assim, né? Passei dois dias, entre Montevideo e Colonia, mas será minha primeira vez em Punta. Fucei tooooooodos os blog procurando dicas recentes de compras em Montevideo, pois sabia que tinha F21 e estava superrr curiosa. Alias, ainda estou. haha Beijao. linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do blog e do post!! Passei por Punta, mas não cheguei a visitar muito bem para dar dicas hahaha. Aah, boa viagem!! :)

      Excluir