6 FILMES QUE RECOMENDO

28 março 2015

Foto: Pinterest
Eu piro muito nos filmes que assisto, então, acho complicado fazer a resenha de cada um. Prefiro montar uma lista de indicação com longas que eu, realmente, gostei. Porém, para tentar reproduzir menos o conteúdo, farei breves comentários. Pequenos porque não sou tão boa como a Sacha, colunista de cinema do blog. Btw, todos foram assistidos recentemente.

A Era do Rádio - Woody Allen
No início da Segunda Guerra Mundial em Nova York, uma simples família judia tem seus sonhos inspirados nos programas de rádio da época. Em virtude de ainda não existir televisão, as famílias se reuniam ao redor do rádio e cada membro da família tinha seu programa preferido. U: assisti ao filme na aula de Radiojornalismo. É um filme antigo e, talvez, isso faça com que ele fique ainda melhor.


Cake - Daniel Barnz
Claire Simmons (Jennifer Aniston) é uma mulher traumatizada e depressiva, que busca ajuda em um grupo para pessoas com dores crônicas. Lá, ela descobre o suicídio de um dos membros do grupo, Nina (Anna Kendrick). Claire fica obcecada pela história desta mulher, e começa a investigar a sua vida. Aos poucos, começa a desenvolver uma relação inesperada com o ex-marido de Nina, Roy (Sam Worthington). U: é a melhor atuação da Aniston em anos! O filme não tem a melhor das histórias, mas a personagem é muito boa.


Assédio - Bernardo Bertolucci
Entre as antiguidades que integram a mansão herdada de uma tia, o Sr. Kinsky (David Thewlis) compõe sua música e se esconde atrás do brilhante verniz de seu piano. Até que chega sua casa Shandurai (Thandie Newton) que, fugida do regime ditatorial de um governo africano, passa a trabalhar em sua casa como empregada. Aos poucos, o amor por Shandurai brota no coração de Kinsky, fazendo com que sua devoção para com ela o afaste de tudo o que possui de mais precioso e desafie sua própria integridade. U: é cinema italiana, o que é ótimo, mas precisa da tal "interpretação extra" e atenção. 



Minhas Tardes com Margueritte - Jean Becker
Imagine o encontro de duas forças. De um lado, mais de 100 quilos de pura ignorância e do outro menos de 50, carregados de ternura. Entre eles, uma diferença de décadas de idade e em comum, o encanto pelos livros. Esta é a história de um cinquentão pobre com as palavras e uma idosa inversamente rica com elas. U: entrou na lista dos meus filmes favoritos. É lindíssimo. Simples e lindo. Ah, é cinema francês.


O Amigo Oculto - John Polson
David Callaway (Robert De Niro) é um homem que enviuvou recentemente, vivendo agora apenas com sua filha Emily (Dakota Fanning), de 9 anos. Emily cria um amigo imaginário chamado Charlie, com quem costuma brincar de esconde-esconde. Só que aos poucos Charlie se revela como alguém malvado e vingativo, o que ameaça a própria família Callaway. U: fiquei tão envolvida com o filme que pesquisei horas sobre o motivo central do filme (não posso falar, seria spoiler dos grandes). 



Selma - Ava DuVernay
Cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King, Jr (David Oyelowo), que acompanha as históricas marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana. U: é um daqueles filmes "você precisa ver". Não assista se estiver com sono, é um pouco cansativo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário